12 de fev de 2014

A ARTE DE ALBANO AFONSO

ALBANO AFONSO


Photo: Autor desconhecido - Disponível em: http://www.iguatemi.com.br/arte-e-cultura/arte-e-programa/artistas/albano-afonso/
Albano Fernandes Afonso, nasceu na cidade de  São Paulo/SP – Brasil, em 1964. Artista visual. Estudou na Faculdade de Arte Alcântara Machado - Faam, em Santos, São Paulo. Em 1994 realiza sua primeira exposição individual, no Centro Cultural São Paulo - CCSP. No mesmo ano é premiado no 21º Salão de Arte Contemporânea de Santo André e é contemplado com o prêmio aquisição do Museu de Arte Contemporânea de Santo André. Em 2006 a editora Dardo, de Santiago de Compostela, Espanha, lança um livro sobre o artista.


Albano Afonso  - Autorretrato con Durero - 2002


Albano Afonso - Still life with lights - 2007

Albano Afonso  - Autorretrato con Courbet - 2002

fonso, Albano  - Série Paraíso , 2001 - 2005 - Acervo Banco Itaú S.A. (São Paulo, SP)  - Photo: Sérgio Guerini/Itaú Cultural
Albano Afonso  - Série Autorretrato 

Albano Afonso  - Série Autorretrato 

Albano Afonso  - Série Autorretrato 
No momento contemporâneo, onde artistas se voltam para o passado, fonte para formulação visual da pós-modernidade, Albano Afonso dá a sua contribuição a dimensão que o passado tem sobre o presente. Vamos sua obra centrada no jogo de conhecimento antecipado das imagens icones da pintura ocidental e o legado deixado por estes, pois como astuto codificador, procura arrncar do espectador sua visão e conhecimento da arte. (...) Albano refaz o percurso do olhar do artista, evitando que a luz seja apenas um fixador de imagem sobre o papel. A luz é sobretudo um fixador de imagem na retina. Sua obra é, pois, retiniana, pois abdica da materialização e somente pode ser absorvida pela sensação. Ao criar as series Pictogramas Iluminados, Pinturas de Luz e Haciendo Estrelas, o artista revela-nos que o que de mais importante aconteceu na formação da pintura ocidental, desde o Renascimento até ao Barroco, como estes artistas se valeram da luz para criar efeitos teatrais com grande plasticidade.(Paulo Reis. Londres, Agosto de 2006) 

Fonte:


VIVA A ARTE!
BY LUGOUV

Nenhum comentário:

Postar um comentário