18 de jan de 2012

CINES ANTIGOS DE SAMPA


CINES ANTIGOS DE SAMPA

No escurinho do Cinema...


Cinema (do grego: κίνημα - kinema "movimento") é a técnica e a arte de registrar e reproduzir imagens com impressão de movimento, bem como a indústria que produz estas imagens. As obras cinematográficas (mais conhecidas como filmes) são produzidas através da gravação de imagens do mundo com câmeras, ou pela criação de imagens utilizando técnicas de animação ou efeitos visuais.

Os filmes são feitos de uma série de imagens individuais chamadas fotogramas. Quando essas imagens são projetadas de forma rápida e sucessiva, o espectador tem a ilusão de que está ocorrendo movimento. A cintilação entre os fotogramas não é percebida devido a um efeito conhecido como persistência da visão, pelo qual o olho humano retém uma imagem durante uma fração de segundo após a fonte ter sido removida. Os espectadores têm a ilusão de movimento devido a um efeito psicológico chamado movimento beta.

O cinema é um artefato cultural criado por determinadas culturas, que refletem as mesmas e, por sua vez, as afetam. O cinema é considerado uma importante forma de arte, uma fonte de entretenimento popular e um método poderoso para educar - ou doutrinar - os cidadãos. Os elementos visuais dão aos filmes um poder de comunicação universal. Alguns filmes se tornaram mundialmente populares ao usarem técnicas de dublagem ou legendas, que traduzem o diálogo.

A origem do nome "cinema" vem do fato de que o cinematógrafo, historicamente, foi o primeiro equipamento utilizado para o registro e exibição de filmes. Por metonímia, a palavra também pode se referir à sala de espetáculos onde são projetadas obras cinematográficas. 

Fonte: Wikipédia


A Sétima Arte: Em 1912 a expressão “Sétima Arte” foi criada pelo italiano Ricciotto Canuto. Ele percebeu que o cinema traria uma revolução cultural ao século XX, uma vez que em si mesmo, reunia as outras seis artes já conhecidas: a dança; o teatro; a música; a literatura; a pintura; e a escultura.

O gramour dos cinemas antigos de São Paulo: Na década de 70, eu ainda pode usufluir das belas salas de cinema de São Paulo. Desde muito pequeno minha mãe e meus irmãos sempre me levavam nos Cinema do centro de São Paulo. Um dos cinemas mais luxuosos e agrádaveis que eu me lembro eram os: Marabá, Marrocos, Ypiranga, Metrópole, Olido, Paissandú, Ritz, Paris e outros.

Foto:  Desconhecido - Cine Marrocos 

Cine Marrocos: Inaugurado em 1952, o Cine Marrocos era considerado o cinema mais luxuoso da América Latina. A arquitetura do local e a sala de projeção, com capacidade para cerca de 1.900 lugares, eram os principais atrativos. A sala foi desativada em 1972 com a decadência do centro de São Paulo.


Foto:  Desconhecido - Cine Marrocos 

Cine Marabá: Inaugurado 1945 foi o ano de inauguração do Cine Marabá, que tinha 1.655 lugares. Teve suas porta fechadas em agosto de 2007 e Após um ano e nove meses, reinauguração oficial. As obras para transformar o prédio de 1945 em multiplex ficaram a cargo dos arquitetos Ruy Ohtake (que assina o projeto do cinema mais conhecido da rede, o Bristol) e Samuel Kruchin (que fez o restauro).


Foto:  Desconhecido - Cine Marabá 

Foto:  Divulgação - Cine Marrocos 

Cine Metrópole
Cine Paissandú


Cine Olido


Cine Ipiranga -  Projetado por Levi e inaugurado em 1943 no térreo do antigo Hotel Excelsior.





Viva a Arte!

By lugouv.

Nenhum comentário:

Postar um comentário