8 de dez de 2011

AVENIDA PAULISTA 120 ANOS

Avenida Paulista + Art

Paulista by Sidnei Lugouv

Avenida Paulista, lugar de gente do mundo inteiro, lugar da diversidade, da Arte, das manisfestações, dos acidentes e incidentes, lugar de alegrias e tristezas, lugar onde a gastrônomia faz a diferença, lugar de parques e arranha céus, lugar da música, da leitura, dos artístas... Parabéns Avenida Paulista pelo seus 120 anos de história.


Quadro: Sidnei Lugouv (Colagem/Fotografia/Mosaico)


Arquitetura


A arquitetura da Paulista também é muito diferente. Casarões históricos dividem a mesma calçada com prédios altos, espelhados e alguns menos modernos, mas bastante tradicionais, como o Conjunto Nacional, que é tombado pelo patrimônio histórico. Segundo a Secretaria de Estado da Cultura, o Museu de Arte de São Paulo (Masp), o Parque Trianon, a Casa das Rosas e um casarão do início do século XX também foram tombados.

Foto: Sidnei Lugouv - Parada Gay - Avenida Paulista - São Paulo/SP - Brasil de 2010

A transformação da avenida foi total. [Quando foi inaugurada] Era um grande descampado. Aos poucos, foram sendo construídos os casarões. Todos os arquitetos que batalhavam pelo estilo moderno para romper com o neoclássico participaram do processo de transformação da avenida com uma arquitetura mais simples e democrática”, diz o arquiteto Eloy de Souza, que acabou de lançar o livro "Arquitetura Avenida Paulista"


Foto: Sidnei Lugouv - Homenagem a Ciclista Márcia, atropelada e morta neste local


Agitação

Mas a avenida tem vocação mesmo é para as multidões. É palcos dos principais eventos do calendário oficial da cidade, como a Corrida de São Silvestre, a festa do réveillon e a Parada Gay. É cenário também de protestos. Quando um grupo quer dar visão à sua causa, levanta os cartazes na Paulista. “Ela é o símbolo da cidade de São Paulo, o cartão de visitas”, diz o arquiteto.


O trânsito é intenso quase o tempo todo. Quando os escritórios fecham as portas, é hora do happy hour com os amigos ou das baladas na região. Carros, ônibus, motos e até bicicletas vivem disputando o espaço que foi dos bondes até o final da década de 1960. Mas, até para quem vem de longe, o charme da Paulista não muda.

Foto: Sidnei Lugouv - Avenida Paulista - São Paulo/SP - Brasil
Vim a última vez há uns 10, 15 anos. Está cada vez mais bonita. Vir a São Paulo e não passar pela Paulista é como ir a Roma e não ver o papa”, afirma o turista e médico cearense José Nicomedes Bastos Aires, de 62 anos, que passeava pela avenida na tarde de segunda-feira (8). “Gosto dessa diversidade de pessoas na Paulista”, completa o amigo dele Raimundo Coutinho, de 61 anos e um visitante que se declara apaixonado pela cidade. “Eu adoro isso aqui.” "By Carolina Iskandarian"



Foto: Sidnei Lugouv - Avenida Paulista - São Paulo/SP - Brasil


Foto: Sidnei Lugouv - Conjunto Nacional - São Paulo/SP - Brasil


Foto: Sidnei Lugouv - Av. Paulista : Aqui tudo se vê

Foto: Sidnei Lugouv - Art, por toda parte da Paulista


Viva a arte!

By Lugouv.

Nenhum comentário:

Postar um comentário