6 de jun de 2013

Edição # 1 - Monumentos de São Paulo / A arte de MADEU ZANI



Edição # 1 - Monumentos de São Paulo 
A arte de MADEU ZANI


Glória Imortal aos Fundadores de São Paulo


Foto: Sidnei Lugouv -  Monumento: Glória Imortal aos Fundadores de São Paulo - Centro - São Paulo/Brasil

Glória Imortal aos Fundadores de São Paulo, instalada no Pátio do Colégio, a coluna de autoria de Amadeo Zani marca o local onde a cidade de São Paulo nasceu. O escultor italiano, autor de diversos monumentos no Brasil e professor do Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo durante quase vinte anos, veio para o Brasil em 1887. Entre suas obras destacam-se além do obelisco do Pátio do Colégio, a escultura "Verdi", no Anhangabaú e "Alfredo Maia" na praça Fernando Prestes. É também autor de vários túmulos no Cemitério da Consolação.

Foto: Sidnei Lugouv -  Monumento: Glória Imortal aos Fundadores de São Paulo - Centro - São Paulo/Brasil

Artista - Amadeo Zani

Amadeo Zani transferiu-se para o Brasil em 1887, fixando-se na cidade de São Paulo. Discípulo de Rodolfo Bernardelli, no Rio de Janeiro, trabalhou posteriormente no escritório do arquiteto Tommaso Gaudenzio Bezzi, na construção do edifício que a partir de 1895 abrigaria o Museu do Ipiranga. 

Em seguida parte para a Europa, onde freqüenta a Académie Colorossi, em Paris - escola de arte fundada pelo escultor italiano Filippo Colarossi, como alternativa à conservadora École des beaux-arts. Freqüenta também a Academia Rafaello Sanzio, em Urbino na Itália.  

Aos 27 anos, o escultor volta a São Paulo para exercer o magistério no Liceu de Artes e Ofícios, a convite do engenheiro-arquiteto Ramos de Azevedo, que desde 1875 dirigia a instituição e ali empreendia uma grande reforma, visando criar as bases da "futura Escola de Belas Artes de São Paulo" 

No Liceu dava-se ênfase ao ensino de desenho, pintura e escultura; organizavam-se exposições e foram instalados ateliês de artistas e uma pinacoteca. Ao lado de Zani, ali lecionavam o arquiteto Domiciano Rossi e os pintores Pedro Alexandrino,Túlio Mugnaini e Oscar Pereira da Silva, entre outros, que constituirão o grupo fundador da Academia de Belas-Artes de São Paulo.  

Em 1934, Amedeo Zani obtém medalha de ouro no I Salão Paulista de Belas-Artes. 

FONTE: WIKIPÉDIA


Viva a Arte!
By Lugouv



Nenhum comentário:

Postar um comentário