22/03/2013

A ARTE DE REGINA SILVEIRA

Regina Silveira


Foto: divulgação

Regina Scalzilli Silveira (Porto Alegre RS 1939). Artista multimídia, gravadora, pintora, professora. Conclui, em 1959, bacharelado em pintura no Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (IA/UFGRS), onde estuda com Aldo Locatelli (1915-1962) e Ado Malagoli (1906-1994), entre outros. Licencia-se em desenho pela Faculdade de Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). No início da década de 1960, tem aulas de pintura com Iberê Camargo (1914-1994), e de gravura com Francisco Stockinger (1919-2009) Marcelo Grassmann (1925), no Ateliê Livre da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Como bolsista do Instituto de Cultura Hispânica, em 1967, estuda na Faculdade de Filosofia e Letras de Madri. Em 1969, é convidada a ministrar cursos na Faculdade de Artes e Ciências da Universidade de Porto Rico. Volta para o Brasil em 1973, e coordena até 1985 o setor de gravura da Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap). Em 1974, passa a lecionar na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Na mesma instituição, defende dissertação de mestrado em 1980 e, em 1984, obtém o título de doutora. De 1991 a 1994, permanece em Nova York, com bolsas de estudo concedidas pela John Simon Guggnheim Foundation (1991), pela Pollock-Krasner Foundation (1993) e pela Fullbright Foundation (1994). Em 1995, recebe bolsa de artista residente da Civitella Ranieri Foundation. Recebe, em 2000, o Prêmio Cultural Sergio Motta.


A Lição, 2002, madeira, vinil e pintura automotiva, 80 m2, Galeria Brito Cimino,
Coleção Pinacoteca do Estado São Paulo, SP, Brasil.

A artista brasileira Regina Silveira cria incríveis instalações que jogam com os sentidos dos visitantes. As ilusões produzidas em suas obras convida o visitante a ver enormes oubras ou como os carros de brinquedos deixam marcas nas paredes brancas da galeria. A instalação Profundidade, atualmente em apresentação em Lods, Polônia, incorpora toda a arquitetura da galeria, em particular suas janelas e mostra um interminável abismo, sobre o qual é possível caminhar.

Orbis, painel de azulejos pintados sobre o tema da história da aviação no aeroporto de Porto Alegre

Durante os anos 1970 ela experimentou gravura e vídeo, interagindo com a evolução dinâmica do mundo da arte brasileira da época. Por mais de 30 anos, Silveira foi investigar as maneiras em que a realidade é representada, e os caminhos do imaginário significado visual é desconstruída e compreendido. 


Ela usou vários métodos de projeção de perspectiva, incluindo skiagraphia (o estudo das sombras). Silveira é particularmente interessado na relação paradoxal entre presença e ausência, uma noção de que ela investigou incorporando faixas e marcas de pé em seu vocabulário visual. 


Para Silveira, a gravura sempre foi um campo aberto à experimentação gráfica, muito mais amplo e flexível do que a pintura. Sua prática, informou por meio de técnicas de impressão, tomou a forma de vídeos, esculturas e intervenções espaciais de proporções arquitetônicas.


Arte Silveira foi o tema de uma retrospectiva no Centro Cultural Banco do Brasil, em 2009, o Museu de Arte Koge em espaços públicos, Dinamarca, apresentou uma retrospectiva de projectos públicos de Silveira. O artista já expôs em toda a Europa e as Américas, incluindo exposições individuais no Museu de Antioquia, Medellín, na Colômbia (2008); Centro Cultural do Banco do Brasil, Brasília (2007); Pacific Northwest College of Art, Portland, OR (2007); Museo de Arte del Banco de la Republica, Bogotá, Colômbia (2007); Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte, Brasil (2007); Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madrid, Espanha (2005); Museu de Arte das Américas , Washington, DC (2000); Museo de Arte Moderno de Buenos Aires, Argentina (1998); Museu de Arte Contemporânea, em San Diego, CA (1996); Bass Museum, Miami, FL (1992); Queens Museum of Art, Nova York (1992). O seu trabalho está representado em colecções públicas e privadas a nível internacional.



V i v a  a  A r t e !
B y L u g o u v

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir